Rosana Souza

Rosana Souza
Asas da Liberdade

quinta-feira, 4 de março de 2010

CANTIGA DE AMOR...



Quando me chamastes de amor,
arranquei das linhas minha dor.
Em teus olhos, meu eu reflexo,
marejando nosso sonho
dentro de um pequeno verso,
selastes nosso segredo
num beijo por ti impresso.

Quando me chamastes de amor,
Senti na alma a Cantiga do Pastor.
Na barca da fantasia
em marolas de aquarela
que ao céu anil se anela
navega no tempo a esperança
..."Acordar eu não queria"...


Rosana Souza.

7 comentários:

  1. convite para seguir a história de Alice, lá no
    ... continuando assim....

    já começou !
    espero que goste

    bj
    teresa

    ResponderExcluir
  2. Minha querida Rosana
    Naveguei na beleza do teu poema, lindo.

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Bom dia
    Bonita a imagem. Será uma sereia presa nas cordas de uma caravela portuguêsa ?
    Todo o poema é muito sentimental e arranca-nos também nessa aventura navegando no tempo da aventura e nunca querer acordar.

    ResponderExcluir
  4. Querida RO.
    A imagem que escolhes-te para ilustrar este belíssimo poema, é deveras sugestiva. Uma mulher com asas de caravela, pronta para atravessar o oceano. Devia ser assim: fácil.
    Mas essa cantiga de amor....

    É barca de esperança,
    no meio da tempestade,
    tormenta e bonança,
    é sonho e saudade.

    Meu beijo e meu carinho.
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  5. ... quando me chamaste de amor,
    minha vida coloriu
    meu coração disparou
    meu anjo, alegre sorriu
    mas, meu mundo desabou
    logo que você partiu
    Beijos - bom final de semana.

    ResponderExcluir
  6. A foto é maravilhosa e parece ventar nesse poema belíssimo e sonhador. Amei amiga! Obrigada pela visita. Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  7. MULHER II

    Mulher é a expressão maior do amor
    É semelhante uma flor
    Consigo carrega o perfume
    Que encanta e da alegria a vida.
    Deixando-a mais sensível, alegre e bonita.

    Mulher é a musa do poeta
    Que em versos expressa o carinho
    A sensibilidade, a delicadeza
    A sexualidade e toda a beleza
    Que há neste Ser de olhar frágil
    Meigo e amável
    Fonte inesgotável de inspiração.

    Mulher é a manifestação
    De um Deus invisível
    Que se torna visível
    No amor e ternura que nela há
    Onde seu Ser se esvazia
    Amando com total dedicação.
    O Ser amado e sua criação.
    Quando ama, ama sem limites
    Mesmo que a dor
    Seja sua constante companhia.

    (Ataíde Lemos)

    "FELIZ DIA INTERNACIONAL DA MULHER!!"
    Abraços com carinho

    ResponderExcluir