Rosana Souza

Rosana Souza
Asas da Liberdade

domingo, 5 de setembro de 2010

CONFIANÇA


natureza Pictures, Images and Photos

E no tempo certo, o tempo aberto
num sopro, o silêncio cortado expira.
O grito da matéria inerte
diante das flores estáticas
colhidas para o sorriso pálido
transfigurando a paz urgente.
E num breve momento sem graça
retalhos de esperança
são desfiados nas contas do apego
pelas mãos que seguram o medo
rogando piedade, empostando a fé
que escorre quente e inclemente
na chama ardente e pretenciosa
de iluminar o que já é.
Então, livre do envólucro a que pertenceu,
como pássaro à porta de seu cárcere,
a alma em apogeu
entrega ao ventre da mãe
a mortalha da vaidade.
Lançando-se por fim
num vôo livre e certeiro
como flecha na mão da arqueiro,
num alvo infinito segue a céu aberto,
no tempo certo,
levando em seu relicário
o que ficou do solitário coração
inspirando a lucidez da eternidade.


Rosana Souza.

13 comentários:

  1. Amiga,que coisa linda de poema,você é mesmo uma poetisa. Esse voo livre a céu aberto,levando o relicário na lucidez da eterninade...Um espetáculo minha doce amiga. Parabéns! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  2. http://garotaenunvens.blogspot.com/

    aparece lá.

    ResponderExcluir
  3. Nas asas da Liberdade, vim voando até aqui, e gostei do que vi.

    deixo meu carinho.

    ResponderExcluir
  4. Palavras confiantes numa entrega incondicional .A confiança mútua é um elo que fortalece o relacionamento.

    Beijinho minha querida.

    ResponderExcluir
  5. É a primeira vez que visito o seu cantinho. Como é belo e bailante. Cada detalhe o torna mais cheio de graça.
    É preciso aprender a desprender-se e alçar voo. E nada melhor que a confiança para nos impulsionar.

    Parabéns pelo blog como um todo.
    Se puder...
    http://emsimplespalavras.blogspot.com/

    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Aos novos amigos que me visitam: Garotanasnuvens, José e Joyce, meu carinho! Sejam sempre bem vindos!
    Agradeço a visita e comentários.
    Beijos,
    ROsana

    ResponderExcluir
  7. Palavras para quê? voce disse tudo. Lindissimo. bj

    ResponderExcluir
  8. Minha poetinha, é sempre um delírio para mim te visitar, às vezes chego a ficar sem palavras, mas palavras, elas são músicas, sentimento, tempo, na tua forma de colocá-las nessa ordem que só teu coração consegue, então fico feliz por poder ler, por poder existir através de poesia. Obrigado por tua inspiração.
    ps. Grande abraço

    ResponderExcluir
  9. Oi querida!
    Passando pra te dizer que está tudo muito lindo por aqui.
    Gosto de visitar seu cantinho, pois minha alma se fortalece , com palavras tão belas.
    Beijos e boa noite.

    ResponderExcluir
  10. Oi Rosana!
    passando pra te dizer que amo esse seu espaço.
    Parabéns
    Beijos
    Mara

    ResponderExcluir
  11. Lurdes,agradeço a visita e seja sempre bem vinda! Meu carinho, Ro

    ResponderExcluir
  12. Querida Rosana.

    Ai o tempo!
    O tempo que falta ao tempo,
    que num instante,
    vai-se como vento.
    Como vento que move
    as asas das gaivotas,
    que altera as minhas rotas,
    que num momento,
    tapa as nossas portas.

    Já não surpreendo com os teus poemas. Conheço bem a poetisa que és, a maneira como escreves, como as palavras fluem das tuas mãos.
    Mais uma vez apenas posso dizer e repetir-me:
    Adoro os teus poemas.
    O meu beijo, a minha amizade e o meu carinho de sempre.
    Victor Gil

    ResponderExcluir