Rosana Souza

Rosana Souza
Asas da Liberdade

sexta-feira, 1 de julho de 2011

NÃO QUERO MAIS NADA...

Imagem: Parque Zoobotânico de Joinville-SC



Eu não quero mais nada,
pois o que quero não posso
e o que posso, não quero tanto.
Portanto, eu não quero nada.

Não quero mais promessas,
tão pouco crer nas que me fazem.
Não quero mais o passado,
tão pouco quero o futuro.
Vou viver o meu presente.

Não quero mais amarras.
Quero viver de verdade,
ter a minha liberdade,
carregar este meu sonho,
com as certezas que tenho,
de nada saber,
de apenas estar e ser...

E do que ainda não vivi,
eu não quero mais nada,
apenas quero viver.

Rosana Souza

12 comentários:

  1. Querida RO.

    Vive simplesmente.
    Não te prendas em enleios indiscretos,
    em promessas vãs e fúteis.
    Certo passado é para evocar,
    outro é para olvidar,
    o futuro para entender.
    Somente vive o teu instante,
    não precisas de mais nada,
    para viver o presente.

    Desta vez o teu poema foge um pouco ao tema do amor a que nos habituas-te. Mas não deixa de ser um excelente tema, a tua vontade de cortar com o passado. Gosto deste teu seguir em frente.
    Ah! A foto é divinal! Adorei.
    Meu beijo e meu carinho de sempre.
    Victor Gil

    ResponderExcluir
  2. um dia de cada vez e tudo o que ele nos oferece!
    bj rosana e obrigada pelo carinho da visita!
    que tenhas ótimo dia todos os dias!

    ResponderExcluir
  3. e a imagem lindíssima!
    bj de novo!

    ResponderExcluir
  4. Amar, pressupõe romper as amarras , romper paradigmas, fazer perguntas, ousar voar para lá do que nos é imposto...Como lamento.

    Beijo meu.

    ResponderExcluir
  5. A muito não lia um poema como versos tocantes e profundos .
    Eu simplesmente amei e parabenizo pelo momento iluminado ao escrever esse poema.Um lindo Domingo beijos no coração,Evanir.

    ResponderExcluir
  6. Amar o presente e ser ausente de amarras que nos prendem, de palavras que nos vendem e ilusões que nos detêm.

    ResponderExcluir
  7. Querida Rosana, boa tarde.
    Gostei muito do teu poema.Gosto do teu jeito de escrever.

    Eu não quero mais nada,
    pois o que quero não posso.
    Amiga, eu não estou podendo ter o que eu quero, mas não vou desistir.
    Beijo e parabéns.
    Ótima semana pra ti.
    Com carinho,
    Mara

    ResponderExcluir
  8. Nossa velha sintonia, querida Rosana, também tou cansado de sofre pelo passada, dá ansiedade do futuro, eu só quero viver, quero ser o agora, o que tou sentindo, dor ou amor, mas quero sentir no meu tempo...palavras né ? fáceis de dizer, e na encruzilhada, quando devemos dar os passos para apenas estar e ser ?
    ps. tomara que os duendes da net nãso engulam este comentário, já perdi dois mandando para ti.
    ps. Um imenso e forte abraço querida amiga, e obrigado pela lembrança e o carinho de sempre, é recíproco.

    ResponderExcluir
  9. oi rosana!
    tua visita é uma festa!
    obrigada pelo carinho!
    bjão acompanhado de uma semana inteirinha de muita paz pra ti!

    ResponderExcluir
  10. Oi Rosana, lindo seu poema.
    Adorei seu blog e estou seguindo. Este é o meu: http://simonepoesias.blogspot.com/ casa queira viistar rs

    Bjinhoss

    ResponderExcluir
  11. Oi Rosana, obrigada pela visita. Legal saber que vc também é Messiânica, fico feliz!!
    Também estou te seguindo!!

    Bjinhoss e volte sempree ;)

    ResponderExcluir