Rosana Souza

Rosana Souza
Asas da Liberdade

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

O CÂNTICO DA ESPERANÇA.





Escuta a música do vento
na noite menina,
ela tem meu lamento
de um tempo que não viví ainda,
mas que fala da esperança
numa alma de criança
embalada por tua ternura
numa forma tão segura
que a minha mão conduz
nas asas do infinito
ao lugar mais bonito,
que jamais ousei sonhar.

Deixa que eu sonhe contigo,
um sonho tingido
na alegria infantil
em meus versos de anil.
Faz-me acreditar
que ainda podemos cantar
a melodia do amor
em sintonia com a lua
e nossas vidas,
NA PRIMAVERA
Em Amor florescerá...

Rosana Souza

6 comentários:

  1. Querida Rosana

    O amor floresce neste jardim, onde a esperamça cresce e uma rosa desabrocha em flor, para cantar
    o sonho de amor.
    Que linda alma poética tão apaixonada e sensivel. Que esse amor não desvaneça nunca, para que
    possas viver em muitas Primaveras,
    o amor sempre, sempre e sempre a
    florescer.

    Te desejo um lindo dia

    Beijinhos no coração

    Alvaro

    ResponderExcluir
  2. Rosana
    Um lindo poema de esperança.
    Muito belo
    beijos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Querida RO.

    Já ouço a voz do vento,
    o bater da asas do sonho,
    a Primavera,
    o Abril.
    Entretanto o Outono entra,
    através da porta aberta,
    trazendo nas suas mãos,
    os teus versos de anil.

    Beijos minha boa amiga.
    Sempre um prazer estar aqui contigo.
    Victor GIL

    ResponderExcluir
  5. Querida Rosana

    Entrei em teu Eden para uma breve visita. Não resisti a ler de novo
    teu maravilhoso poema e deixei embalar nesta música do vento, em
    que a suavidade nos faz levitar no espaço e sonhar. E neste sonho tingide de alegria em versos de anil, minha alma sonhadora entoou
    uma linda melodia de amor. Os suaves aromas exalados da tua poesia, enebriaram minha alma.
    Para ti, grande poetisa do amor,
    deixo um suave canto em honra ao
    amor e à sensibilidade da tua alma.

    Beijinhos no teu coração

    Alvaro

    ResponderExcluir
  6. Querida, passando, fussando na Net deparei com seu poema, que soou como musica em meus olhos...

    Delicia te ler, tomei a liberdade de seguir teus passos...(se permitir é claro)

    Grande abraço, parabéns por tão belo espaço.

    ResponderExcluir